A tecnologia de comunicação (NFC) apareceu pela primeira vez em 1983, embora apenas em 2006, a Nokia lançou o primeiro telefone móvel habilitado para NFC. Avançando para 2021, o NFC é um recurso onipresente em muitos outros modelos de telefones celulares e dispositivos eletrônicos.

Cada vez mais difundida, a tecnologia NFC está registrando um crescimento surpreendente. Em 2025, o mercado global de NFC deverá atingir US$ 35 bilhões. Desde o ano passado, um fator que contribui para este crescimento é a alta demanda por tecnologias sem contato, ocasionada pela maior sensibilidade sobre a higienização das mãos devido a COVID-19.

Mas o que exatamente torna a tecnologia NFC tão inovadora para tantos setores – especialmente para tecnologias de acesso e segurança? Este guia responde as seis principais perguntas sobre essa tecnologia revolucionária e seus usos no dia a dia.

O que é Near-Field Communication (NFC)?

NFC é mais conhecida como a tecnologia por trás de ferramentas de pagamento sem contato, como Android Pay ou Apple Pay.

NFC é um método de transferência de dados sem fio que detecta e permite que a tecnologia se comunique sem uma conexão com a Internet. Essa proximidade é normalmente de quatro centímetros, embora alcances como 10 centímetros também sejam possíveis.

Por ser uma tecnologia de comunicação sem contato, o campo NFC utiliza uma radiofrequência de 13,56 MHz, e é baseado na norma ISO14443 ou ISO15693.

2. Como a NFC trabalha?

Como diz o Tech Radar, a NFC funciona de maneira fácil, rápida e “automagicamente”. Ao explorar a antiga invenção da radiofrequência por meio de chips, a NFC não exige um código de emparelhamento ou um link. Unir dois dispositivos com chips NFC ativa a indução magnética, semelhante ao processo de desbloqueio de certas portas por cartões de acesso.

Embora qualquer item com um chip NFC possa ser usado para iniciar essa indução magnética, as ferramentas habilitadas para NFC mais comuns são normalmente os telefones celulares. Como a NFC é padronizada em todo o mundo, ela pode ser usada amplamente em todas as esferas da vida que dependem de troca de dados, sem um aplicativo específico. Ainda assim, cada chip NFC possui um número de identificação globalmente exclusivo. Isso torna cada produto único, rastreável e original.

3. Quão segura é a tecnologia de comunicação NFC?

Muitos especialistas em segurança acreditam que a NFC está entre os métodos mais seguros de acesso e troca de dados. Embora não exija uma senha, o curto alcance da NFC protege as transações contra hackers. É quase impossível hackear uma freqüência de rádio centralizada de uma distância tão curta.

Outra vantagem da NFC é o quanto ela pode aliviar a sobrecarga dos usuários: um único chip NFC pode combinar muitos itens ​​como casa, escritório, chaves do carro e cartões de crédito. A NFC também elimina a necessidade de memorizar senhas complexas. Dessa forma, os usuários têm muito menos probabilidade de perder chaves, dinheiro ou lembrar de senhas.

Isso não apenas modifica drasticamente a experiência do usuário, mas também contribui para a segurança de forma geral.

4. Qual a diferença para outros métodos sem toque?

A NFC está longe de ser o único método de comunicação sem contato entre dois dispositivos. No entanto, está entre as tecnologias mais seguras e convenientes em comparação a QR Code ou Bluetooth.

Os chips NFC funcionam com pouca energia. Conseqüentemente, a NFC é significativamente mais eficiente em termos de energia do que outros métodos de comunicação sem fio como o Bluetooth.

A NFC é uma solução abrangente com três modos: pode emular um cartão, atua como um leitor para outro chip NFC e também faz a transferência entre dois campos NFC, como o Bluetooth.

Ao contrário do QR Code, a tecnologia NFC usa dispositivos móveis, como telefones celulares, tablets e notebooks para trocar dados. Um chip NFC também pode tornar qualquer dispositivo inteligente.

5. Quais são algumas das aplicações NFC?

A NFC é interoperável, o que significa que ela tem uma capacidade única de fazer os dispositivos do dia-a-dia se comunicarem com telefones ou computadores e entre si. Isso abre um mundo de oportunidades para inúmeras aplicações diárias envolvendo o uso seguro e conveniente da NFC.

Além de facilitar pagamentos móveis e casas inteligentes, a NFC é cada vez mais comum em hospitalidade, medicina, bens de consumo, logística e marketing.

Por exemplo, de acordo com especialistas em acesso e segurança, o acesso móvel facilitado por NFC pode reduzir significativamente a dependência de chaves e crachás. Em muitas partes do mundo, as ferramentas NFC estão tornando os ingressos para shows ou os cartões de transporte público discutíveis.

Em hospitais, a NFC torna o acesso físico e digital para os pacientes mais seguro, fornece atualizações em tempo real e facilita o monitoramento das instalações.

6. Como será o futuro?

Desde seu primeiro uso em telefones celulares em 2006, os recursos da NFC melhoraram imensamente e continuam acelerando. No futuro, não há dúvida de que a NFC continuará facilitando uma ampla gama de tarefas, resultando em um avanço na experiência do cliente. Além disso, os especialistas acreditam que a NFC será o método preferido para obter informações disponíveis de objetos físicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *