A partir de março de 2020, a pandemia de COVID-19 esvaziou os movimentados distritos comerciais ao redor do mundo. Por meses, lojas e escritórios, permaneceram vazios, no entanto, como as taxas de vacinação em todo o mundo estão aumentando e os governos afrouxando as restrições, naturalmente as atividades comerciais estão retornando.

Dito isso, embora as pessoas estejam retornando aos centros urbanos, elas trazem seus hábitos alterados: Há evidências de que as pessoas tenderão a manter seus “hábitos pandêmicos” e terão padrões muito mais elevados de saúde e segurança para além desta crise de saúde pública.

As tecnologias de reconhecimento facial estão entre as ferramentas de controle de acesso mais confiáveis e eficientes disponíveis para cidades inteligentes. As quatro maneiras abaixo podem tornar o retorno em massa às cidades mais seguro, ao mesmo tempo que satisfazem os novos padrões de saúde e higiene.

1. Escritórios Mais Seguros

Conforme já abordados em nosso blog, a pandemia COVID-19 está redefinindo o futuro do trabalho. Os escritórios estão evoluindo para reduzir o mínimo possível de toques, com uma crescente priorização da higiene. Os principais alvos são os itens mais tocados, como maçanetas e botões de elevador.

Uma entrada facilitada por tecnologia de reconhecimento facial pode ajudar a tornar os escritórios mais seguros e locais mais convenientes para o retorno.

O controle de acesso ao local de trabalho por meio de reconhecimento facial oferece outras vantagens, como eliminar as funções de recepção e auxiliar o RH com a assiduidade dos colaboradores para cálculo de pagamento.

2. Transporte Público Mais Seguro

Quando usado em transporte público, o reconhecimento facial ajuda as autoridades em tudo, desde esforços antiterrorismo ou contra possíveis crimes até a evasão de tarifas.

Uma vez que o número de viajantes urbanos aumenta para níveis mais altos, o reconhecimento facial também pode tornar o transporte público mais saudável e agradável. Graças a ele, os passageiros não precisam carregar cartões que podem se perder. Da mesma forma, eles não precisam perder tempo em longas filas para entrar nos veículos.

O mesmo vale para o compartilhamento de carona e outras atividades de economia compartilhada, muito comum em alguns centros mais desenvolvidos.

3. Compras Mais Seguras

Com o uso disseminado de tecnologias de reconhecimento facial nas lojas, varejistas e consumidores podem desfrutar de uma experiência de compra mais rápida, conveniente e eficiente com melhores ferramentas para controle de multidão.

As soluções de reconhecimento facial também podem ajudar os varejistas a se protegerem contra atividades fraudulentas. Isso pode incluir riscos como falsificação de identidade, aceitação de um cartão de crédito falsificado ou venda de mercadorias com restrição de idade para menores de idade.

4. Proteção para Comunidades Vulneráveis ou em Risco

Tragicamente, todos os anos, cerca de 8 milhões de crianças em todo o mundo desaparecem, devido a motivos como tráfico de seres humanos ou a diversas outras atividades criminosas.

A crescente adaptação das tecnologias de reconhecimento facial em cidades inteligentes pode ser a ferramenta mais revolucionária para evitar esses incidentes devastadores ou ajudar as autoridades policiais, caso eles aconteçam.

Cidades Seguras, Protegidas e Inteligentes com Reconhecimento Facial

O futuro dos distritos comerciais das grandes cidades ainda não está claro, pois ainda não descobrimos como o COVID-19 moldará o futuro urbano no longo prazo.

No entanto, se – ou quando – os centros das cidades atingirem ou excederem seus números pré-COVID-19 em termos de multidões, o reconhecimento facial deverá desencadear padrões mais elevados de segurança e proteção.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *